24 de nov de 2014

POR UMA CULTURA DE DIREITOS E POR DIREITO A CULTURA AFRICANA


A luta contra a escravidão continua!

A Escola da família do Célio Negrini em São Bernardo do Campo deu uma grande aula contra o racismo ao reunir dezenas de pessoas para debater sobre a tragédia da escravidão e o permanente grito por liberdade com inclusão cultura e social nos dias atuais.

A vice-diretora, professora Maria José agradeceu a presença de todos e todas, esclareceu a importância das atividades desenvolvidas pelos participantes da escola da família e destacou a temática e empenho da comunidade por ocasião do Mês da consciência negra. Agradeceu ainda o apoio da comunidade organizada e do sindicato dos professores - Apeoesp-SBC.

19 de nov de 2014

ATIVIDADE DA CONSCIÊNCIA NEGRA REALIZADA NA EE VINTE DE AGOSTO 2014

Atividade realizada com alunos, professores e direção da EE. 20 de Agosto, contando com apoio do PIB (programa Institucional de bolsa de iniciação da docência) e da APEOESP (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo) , além de atividades culturais e apresentações dos alunos, rap, dj e cajuv, contou com a exposição sobre a temática Por uma cultura de direitos e por direito a cultura africana dos professores: Aldo Santos, Wellington Cruz e Carlos Wellington.

Apoio: APEOESP / PIBID e agradecemos o empréstimo do quadro de Zumbi da EE Maria Osório Teixeira




18 de nov de 2014

Apeoesp de São Bernardo discute melhorias nas condições de trabalho


Professores da rede pública e estadual reivindicam o fim do assédio moral, da superlotação e fechamento de salas

O auditório do Paço Municipal de São Bernardo foi palco da reunião bimestral da subsede da Apeoesp (Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do São Paulo) na manhã do último dia 5. Entre as pautas do encontro, que avalia a atual situação da categoria, estava a atribuição de aulas para 2015, o fechamento de salas para o próximo ano, além do fim do assédio moral feitas por diretorias de algumas escolas.
O sindicato busca traçar estratégias e encaminhamentos para o próximo nano letivo. Para o vice-coordenador da sub-sede da Apeoesp na cidade, Paulo Neves, o atual cenário para os professores não está animador. “Fizemos uma avaliação e a situação está complexa, sofrendo ataques e dificuldades nas escolas em que trabalhamos”, avisou o docente da rede municipal e estadual.
leia a matéria completa, acessando: Jornal Exata

ATIVIDADE NA EE CÉLIO LUIZ NEGRINI SERÁ DIA 22/11 A PARTIR DAS 9H